Sanepar visitará imóveis de Matinhos e de Pontal no feriadão de setembro

Proprietários devem assinar o termo de adesão e executar a ligação de esgoto. A qualidade da água do mar e as condições de balneabilidade em várias praias de Matinhos e de Pontal do Paraná também dependem agora dos donos de 1.368 imóveis.

Eles foram autorizados pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) a fazer a ligação do esgoto entre os imóveis e a rede coletora que a empresa está implantando nos dois municípios.

Durante o feriadão da semana da pátria, técnicos da Sanepar baterão de porta em porta para fazer contato com os proprietários das áreas liberadas. Durante a visita, serão dadas as informações sobre a assinatura do termo de adesão e sobre como fazer a conexão corretamente. Os balneários com ligações já liberadas em Matinhos são: Saint Ettiene, Inajá, Betaras, Marajó e Solimar. Em Pontal do Paraná estão liberados para fazer a ligação os imóveis do balneário Leblon. Até abril de 2017, outras 5 mil ligações devem receber a autorização para ligar-se à rede.

De acordo com o presidente da Companhia, Mounir Chaowiche, com estas obras “o Paraná passa a oferecer aos banhistas praias mais limpas. Moradores e veranistas também ganham em qualidade de vida e conforto, pois será o fim das fossas sépticas para 25 mil famílias.”

A ligação de esgoto, no valor de R$ 215,79, pode ser parcelada em até 36 vezes e será cobrada diretamente na conta de água. A partir da ligação, cada proprietário de imóvel que consuma até 10 m³ de água por mês, pagará apenas R$ 26,99 para livrar-se do incomodo, desconforto e risco da fossa séptica. Para as famílias carentes, inscritas na Tarifa Social, o custo da ligação é de R$ 24,59. Já o valor da tarifa mensal será de somente R$ 4,43.

Orientações – Desde o início das obras de ampliação dos sistemas de esgoto de Matinhos e de Pontal do Paraná, a Sanepar realiza reuniões com a população para informar sobre o andamento do empreendimento, como e quando o morador poderá fazer a ligação entre seu imóvel e a rede que está sendo implantada, custo da ligação e cadastramento na tarifa social dos clientes com menor renda.

A Sanepar também oferta, gratuitamente, o curso de encanador para que interessados aprendam a fazer a ligação corretamente e possam prestar o serviço para outros proprietários de imóveis. Os donos de imóveis precisam aguardar o contato da Sanepar para fazer a ligação. Se a interligação for feita antes da liberação há risco de retorno do esgoto para dentro do imóvel.

Até o final da obra serão realizadas, pelo menos, 60 reuniões com a comunidade. As mais recentes foram realizadas com os moradores dos balneários Leblon e Ipanema. Eles foram orientados a aguardar a visita dos técnicos para assinatura do termo de adesão. Também foram orientados sobre a vistoria que a Sanepar faz em cada imóvel para checar se foi implantada a caixa de gordura e se a água da chuva foi separada do esgoto.

O que está em execução – As obras de ampliação do sistema de esgoto estão em ritmo acelerado. No total, serão investidos R$ 252 milhões. Entre as principais intervenções em Matinhos – sede do município e balneários – estão a construção de 14 estações elevatórias de esgoto, implantação de 245 mil metros de rede coletora, remanejamento de 14,5 mil metros de rede, implantação de 12.605 ligações prediais e remanejamento de outras 979 ligações existentes. Somente em Matinhos, o investimento previsto é de R$ 125,8 milhões.

Em Pontal do Paraná – incluindo balneários beneficiados com as obras – serão construídas 15 estações elevatórias, 255 mil metros de rede e implantadas 12.395 ligações domiciliares. Neste município os investimentos são da ordem de R$ 126,1 milhões. Todas as obras, previstas em quatro etapas, devem ser concluídas até 2020.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia