Erradicação da pobreza foi tema de palestra a gestores de assistência social

A erradicação da pobreza no Paraná foi tema de uma oficina promovida pela Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, no terceiro dia do Encontro de Líderes Públicos, que acontece até esta sexta-feira (02), em Foz do Iguaçu. Cerca de 80 gestores da política de assistência social, que assumirão o cargo em 2017, receberam informações a respeito do programa Família Paranaense, que é a principal ação do Governo do Paraná para a redução da pobreza no Estado.

Durante a apresentação, a coordenadora do programa, Letícia Reis, explicou aos participantes, que serão responsáveis por executar o Família Paranaense em seus municípios, sobre a importância do trabalho intersetorial.

“Não é só a assistência social que vai mudar a vida das famílias. Para enfrentar as situações de pobreza que elas vivem é preciso juntar esforços, de modo que exista uma parceria estreita com áreas como saúde, educação, saúde e trabalho”, disse Letícia.

O trabalho intersetorial e articulado, envolvendo 19 secretarias e órgãos estaduais, com a participação dos municípios, é um dos diferenciais do programa Família Paranaense. Por dois anos, as famílias acompanhadas são incluídas em ações planejadas em diversas áreas, com o objetivo de ajudá-las a superar sua condição de pobreza e vulnerabilidade.

INDEPENDÊNCIA – Para Albaci Gouveia, que assumirá a gestão da assistência social no município de São Sebastião da Amoreira, o que mais chamou a atenção foram as ações para promover a geração de renda e a inclusão produtiva das famílias, como o financiamento Paraná Juro Zero e o benefício Renda Agricultor Familiar.

“Esse é um programa que dá resultados, estamos vendo isso. Ao contrário de tantos outros que foram feitos, que só fazem as pessoas se acomodarem e não buscarem uma vida melhor, nós vemos que ele incentiva o trabalho e a mudança de vida”, elogiou.

A futura secretária da Assistência Social de Cantagalo, Giselle Thomé, disse que foi importante aprender mais sobre a maneira que o programa é desenvolvido, de forma articulada com outras políticas públicas. “Por muitos anos nosso município viveu no assistencialismo, onde a população só ganhava cesta básica. Com o Família Paranaense o programa trabalha de forma diferente, para que as pessoas realmente tenham uma vida melhor”, disse ela.

DIVULGAÇÃO – A palestra encerra uma série de ações para divulgação do Família Paranaense junto aos futuros prefeitos eleitos e às equipes que comporão a sua administração, durante o Encontro de Líderes Públicos.

Um vídeo institucional, destaque na abertura do encontro, apresentou aos participantes histórias de famílias acompanhadas pelo programa, que estão conseguindo superar suas condições de vulnerabilidade e sair da situação de extrema pobreza.

Durante os três dias do evento, centenas de visitantes estiveram no estande da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social. Além disso, 160 prefeitos eleitos assinaram um documento manifestando interesse em aderir ao Programa Família Paranaense ou – no caso dos municípios já atendidos – em fortalecer ações do programa junto a sua administração a partir de 2017.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia