Audiência pública discute Plano Diretor de Pontal do Paraná

Desde 2004, o Plano Diretor de Pontal do Paraná não sai do papel. Enquanto isso, o município viu boa parte de potenciais investimentos partirem para outras cidades. Com uma população de pouco mais de 24 mil habitantes, Pontal sofre com uma série de problemas que espantam turistas e preocupam moradores, como estradas congestionadas, alagamentos, falta de segurança e questões básicas de infraestrutura. A cidade – cuja grande parte da população atua no comércio e em serviços – carece de mais investimentos e incentivo para a atração de novas empresas e indústrias.

Com a aprovação do Plano Diretor, composto por uma série de propostas de desenvolvimento para o município – como a construção de uma faixa de infraestrutura entre a PR-407 e a Ponta do Poço – a expectativa é que o município receba novos investimentos e amplie sua capacidade portuária. Até o momento, calcula-se um investimento de R$ 8 bilhões com a instalação de uma empresa de exploração da camada pré-sal e três novos terminais privados. Apenas estes últimos três empreendimentos devem gerar mais de 5 mil empregos diretos e 20 mil indiretos, além de contribuir para o desenvolvimento econômico e social de todo o Paraná.

Nesta terça-feira, dia 13 de dezembro, a Câmara Municipal de Pontal do Paraná realiza mais uma audiência pública sobre o Plano Diretor. Para a próxima semana – dia 20 de dezembro – está prevista a votação da homologação do documento pelo Conselho de Desenvolvimento Territorial do Litoral Paranaense, o COLIT.

No dia 05 de dezembro foi realizada mais uma audiência pública, especialmente para os moradores da Ilha do Maciel, Pontal do Paraná.

Todos os presentes e entre eles o prefeito eleito Marcos Casquinha, Fabio de Oliveira e Marcos assistiram a mais uma explanação sobre o nosso Plano Diretor.

Ao dar início aconteceu um pequeno mal entendido onde um morador da Ilha deixou a entender que os visitantes não eram bem vindos e quase acabou com a audiência antes de ter começado, mas o bom senso foi superior e prosseguiu, com a palavra a promotora de Paranaguá, que fez sua preleção pessimista quanto a aprovação do Plano Diretor como se o mesmo tratasse apenas do meio ambiente, que `e muito importante porém não o único tópico que faz parte do Plano Diretor, falou inclusive que iria cancelar a audiência publica, pois a mesma esta cheia de erros, e deu recomendação ao Luiz Carlos Krezinski, que estava apresentando o Plano Diretor que apenas os moradores do local se manifestassem pois a audiência era especial para os moradores da Ilha do Maciel, antes de iniciar já foi feita uma exceção para a vereadora Cleonice que falou e na sequência, os moradores deixaram claro as suas preocupações, que o Plano Diretor poderia expulsa-los da sua localidade e que isso eles não gostariam.

Concluída a apresentação mais pessoas da comunidade falaram sobre as suas preocupações e a representante que estava acompanhada da Mar Brasil e da promotora, fez uso da palavra e seu parecer contra desenvolvimento de Pontal do Paraná e que o importante `e que somente o meio ambiente, tenha importância, é necessário encontrar o meio termo, pessoas convivendo com o meio ambiente de forma racional e pacífica.

O grande gerador da discussão é a existência de um decreto governamental definindo uma área como ZEE e está área foi determinada para a implantação do PORTO, porém como é uma Zona especial só poderá ser utilizada para zona portuária em 50 por cento da área e os outros 50 não poderá ser utilizado como área portuária ou seja ficará intacta ou seja a área da ilha do Maciel está dentro desta área. Ocorre a impressão que existem outros interesses e a comunidade do Maciel está sendo usada.

Está área poderá no futuro ser destacada da área portuária como foi sugestão de um dos moradores, porém não necessidade de se atrasar ainda mais a aprovação do Plano diretor.
A apresentação do Plano Diretor foi perfeita e com certeza retirou muitas duvidas dos moradores,que entenderam a necessidade da aprovação que o mesmo só vem para melhorar a vida de todos, inclusive da deles.

A grupo de moradores que esteve presente fizeram um agradecimento especial para a Abaline, Araucar e Aciapar pelo apoio.

No dia 13 de dezembro, a Câmara Municipal de Pontal do Paraná realiza mais uma audiência pública sobre o Plano Diretor. Para a próxima semana – dia 20 de dezembro – está prevista a votação da homologação do documento pelo Conselho de Desenvolvimento Territorial do Litoral Paranaense, o COLIT.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia