Tubulação rompe e reduz abastecimento em Matinhos e Pontal

Equipes da Sanepar trabalharam intensamente desde as primeiras horas da madrugada de segunda-feira (2/01) para consertar uma tubulação rompida em Pontal do Paraná. A tubulação, uma adutora de 500 milímetros, leva água in natura da captação do Rio das Pombas até a Estação de Tratamento de Água (ETA) Praia de Leste.

A ETA Praia de Leste é capaz de produzir 580 litros de água tratada por segundo e é fundamental para manter normalizado o sistema de abastecimento das cidades de Matinhos e de Pontal do Paraná.

“Com o rompimento, a ETA passou a receber a água do Rio das Pombas apenas por uma tubulação e a produção foi reduzida de 580 para 270 litros por segundo. O sistema de abastecimento de Matinhos e de Pontal do Paraná ainda conta com a ETA Matinhos, que produz 150 litros de água tratada por segundo”, explica o gerente da Sanepar no Litoral, Arilson Mendes.

Com menos água sendo tratada, a pressão na rede de distribuição foi reduzida e podem ocorrer situações de desabastecimento em Canoas, Currais, Betaras, Flamingo, Ipanema, Monções, Praia Grande, Riviera e Shangrilá e nas regiões vizinhas a estes bairros.

A Sanepar pede que a população utilize água de maneira racional, evitando desperdícios.

Clientes que possuem caixa-d’água domiciliar podem não ser afetados pelo desabastecimento. A Sanepar lembra que, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas. O reservatório domiciliar deve armazenar pelo menos 500 litros.

Para informações sobre abastecimento, consulte sempre o site da Sanepar ou o aplicativo para celular e tablet Sanepar Mobile. O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia