Novo sistema torna distribuição de aulas mais segura e transparente

A distribuição de aulas para os mais de 50 mil professores do Quadro Próprio do Magistério (QPM) está mais transparente este ano. A Secretaria de Estado da Educação, em parceria com a Celepar, colocou no ar o novo sistema de distribuição informatizada, que contempla todas as aulas disponíveis nos 32 Núcleos Regionais de Educação do Paraná. Até o ano passado, a distribuição era feita manualmente e o processo completo demorava até 30 dias para ser concluído.

“Os diretores precisavam disponibilizar em mural as turmas e aulas que estavam disponíveis. Depois de chamar professor por professor e preencher atas e uma série de documentos, ainda era necessário encaminhar todas as planilhas para os núcleos de educação. O processo de distribuição em si era rápido, mas o desdobramento ia até meados de março”, lembra a chefe do Grupo Setorial de Recursos Humanos da Secretaria, Graziele Andriola.

O novo sistema cruza, em poucos cliques, os dados das escolas e professores do Paraná e traz o número exato de aulas de todas as disciplinas, conforme as turmas do Estado. O processo pode ser consultado online pelos professores. “Salvo alguns momentos de sobrecarga do sistema, não tivemos obstruções que impedissem a distribuição”, ressaltou Graziele.

Na prática, para os professores, quase nada mudou, além da agilidade e maior transparência do processo. A distribuição continua sendo presencial e segue os mesmos critérios dos anos anteriores. A diferença, conforme explica a chefe de Recursos Humanos, refere-se à seguridade e à isonomia do processo. “Entre distribuição e suprimento, o que demorava vários dias termina na hora”, resumiu.

Como o sistema é novo, a Secretaria de Educação reconhece que houve momentos de demora e falhas de conexão. Mas, de modo geral, a mudança foi bem aceita pela direção das escolas, como é o caso do Colégio Romário Martins de Piraquara. “O sistema é prático e transparente. Aqui no nosso colégio correu tudo bem, só tivemos alguns momentos de sobrecarga no sistema, mas no geral foi ótimo”, avaliou a diretora Claudiovane de Aguiar. O colégio tem 39 profissionais, do Quadro Próprio do Magistério, entre professores e pedagogos. São 1,6 mil estudantes, divididos em três turnos.

Até o final da tarde desta sexta-feira (03) tinham sido distribuídas 58% das aulas do Estado.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia