Frentes parlamentares discutem implantação de free shops nas cidades fronteiriças brasileiras

As Frentes Parlamentares em Defesa da Instalação de Free Shops em Cidades de Fronteira da Unale e do Parlasul, e representantes das comissões do Mercosul, Assuntos Internacionais e Relações Exteriores das Assembleias Legislativas de todo país, debateram na tarde desta terça-feira (7), durante evento simultâneo que antecede a 21ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, em Foz do Iguaçu, avanços e entraves para a implantação de lojas francas nas fronteiras de cidades brasileiras. A apresentação inicial do tema foi feita pelo deputado estadual gaúcho Frederico Antunes (PP), vice-presidente da Assembleia do Rio Grande do Sul.

Ele falou da Lei federal nº 12.723/2017, que possibilita a implantação de lojas francas em 32 municípios de fronteira em todo Brasil. De acordo com a exposição do parlamentar, a Receita Federal está desenvolvendo um software, que deve ser entregue em 120 dias, com o regramento para que os municípios efetivem a implantação de seus free shops. O autor do projeto que originou a legislação federal para a implantação das lojas francas nas cidades gêmeas de fronteira, deputado federal Marco Maia (PT/RS), acompanhou o painel e explicou os benefícios que a aplicação da lei pode gerar.

Ele citou as fronteiras de Foz do Iguaçu com cidades do Paraguai e Argentina para exemplificar o quanto o Brasil perde por ainda não ter regulamentado a questão. “Turistas chegam a Foz do Iguaçu, atravessam a fronteira e vão deixar os seus recursos para os países vizinhos. Com esta política nova estamos fazendo com que o lado Brasil também possa usufruir deste turismo de compras que existe no mundo inteiro”, afirmou.

“Com a aprovação da lei em 2012, toda a regulamentação que foi feita até agora, com todos os debates que já foram feitos, nós já estamos prontos para a instalação das lojas de fronteiras em todas as cidades gêmeas do Brasil”, explicou Marco Maia.

A deputada estadual Maria Victoria (PP), presidente da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais da Assembleia Legislativa do Paraná, participou da reunião e falou da disposição da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) em auxiliar a implantação das lojas nas cidades paranaenses que fazem fronteira com o Paraguai e a Argentina. “Tenho a certeza que nós, da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais da Assembleia Legislativa do Paraná, trataremos desse assunto e faremos o possível para que ele avance no Paraná, já que temos pelo menos quatro municípios no estado que podem ser contemplados com dutty frees”, afirmou.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia