Adolescentes realizam sonho de jogar em estádio de Copa do Mundo

Adolescentes realizam sonho de jogar em estádio de Copa do Mundo

O sonho de poder disputar um campeonato e defender as cores de sua equipe em um estádio de Copa do Mundo, se tornou realidade, na tarde desta terça-feira (28/11), para adolescentes de Curitiba. Todos são atletas das quatro equipes inscritas na competição de futebol do 44º Jogos Escolares de Curitiba. Por meio de parceria entre a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) e Clube Atlético Paranaense, a primeira rodada da competição aconteceu no Estádio Joaquim Américo Guimarães, a Arena da Baixada.

O secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Marcello Richa, ressaltou a importância da iniciativa. “Parcerias como essa ajudam a criar oportunidades para os jovens realizarem seus sonhos e ganharem um incentivo a mais para continuarem a praticar atividades esportivas, que sem dúvidas contribuirão para o seu desenvolvimento saudável e cidadão”, afirmou.

Emoção

A ansiedade e agitação era imensa dentro dos vestiários enquanto as equipes do Colégio Estadual do Paraná e Colégio Estadual Professor Algacyr Munhoz Maeder se preparavam para o jogo de estreia. Enquanto alguns olhavam fixamente para as escadarias que levariam ao campo, outros aproveitavam para fazer fotos e registrar os momentos que antecederam o início da partida.

“Jamais pensei que fosse disputar com o time do meu colégio um campeonato em um estádio que já recebeu partidas da Copa do Mundo”, disse Gabriel Arthur, de 15 anos e atleta do Colégio Estadual do Paraná.

Após entrar em campo, o jogador do Colégio Estadual Professor Algacyr Munhoz Maeder, Luiz Gustavo dos Santos, de 13 anos, sintetizou o momento. “Dá um frio na barriga pisar em um gramado profissional, mas também muita vontade de se esforçar ao máximo. Foi uma surpresa quando soubemos que jogaríamos aqui e tenho certeza que é um momento que nunca esquecerei”, disse Santos.

Além dos jogos em um estádio profissional, a competição contou também com um trio de arbitragem experiente e acostumado a trabalhar em grandes competições de futebol. O árbitro principal Lucas Paulo Torezin e o auxiliar Lucano Roggenbaum são integrantes do quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), enquanto o auxiliar Bruno Boschilia faz parte do seleto grupo de árbitros da FIFA e trabalhou na final da última Copa América.