Navio da Marinha reúne mais de 3.400 visitantes

Fragata União permaneceu aberta à visitação no Porto de Paranaguá

Entre elas, estava Selma Iara Brockelt que, acompanhada da família, elogiou o passeio. “Foi tudo muito bem organizado, nunca imaginei que teria tanta gente. O navio é maravilhoso e ver todos uniformizados de branco é impactante”, declarou. Opinião compartilhada pela paranaense Liliane Martins Souza. “Estou muito feliz e orgulhosa de ser brasileira e de saber que tudo isso aqui é nosso”.

Subordinada ao Comando do 1º Esquadrão de Escolta, a Fragata que suspendeu do Rio de Janeiro, passou pelos portos de Rio Grande (RS) e Paranaguá(PR), em razão da operação “Aspirantex/2018” que acontece entre os dias 12 de janeiro e 01 de fevereiro de 2018.

Essa operação consiste na realização de exercícios no mar, incluindo ações de superfície, de defesa antiaérea, de submarinos e de guerra eletrônica e contribui para a formação dos Aspirantes da Escola Naval, assim como familiarizá-los com a vida no mar.

No total, 3.406 pessoas visitaram o navio

Navio-Escolta

Classificada como um navio-escolta, cuja função é proteger outros navios, a Fragata “União” foi a sexta e última de uma série de 6 fragatas da classe Niterói ordenadas em 20 de setembro de 1970 como parte do Programa de Renovação e Ampliação de meio flutuantes da Marinha, e a segunda construída pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

Em 2017, a F45 foi o Navio Capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL). Esta missão, criada pela Organização das Nações Unidas, teve o propósito de impedir a entrada em território libanês, de armas ilegais e contrabandos, além de prestar apoio ao desenvolvimento da Marinha do Líbano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia