Segurança no mar será reforçada durante o Carnaval

Além dos 89 postos guarda-vidas e dos 660 bombeiros militares que atuam no Verão Paraná, haverá mais 21 profissionais durante o dia, além de viaturas de patrulhamento à noite nas avenidas da orla com guarda-vidas para casos emergenciais.

Segurança no mar será reforçada durante o Carnaval

As ações do Corpo de Bombeiros no Litoral do Estado serão reforçadas durante o Carnaval, principalmente quanto à segurança dos banhistas. Além dos 89 postos guarda-vidas e dos 660 bombeiros militares que já atuam no Verão Paraná 2017/2018 desde dezembro, haverá mais 21 guarda-vidas militares trabalhado durante o dia, além de viaturas de patrulhamento à noite nas avenidas da orla com guarda-vidas para casos emergenciais que ocorram entre os postos. Nesta sexta-feira (09) chegam ao Litoral mais seis viaturas para o reforço.

O Corpo de Bombeiros também conta com 34 guarda-vidas civis para auxiliar nas atividades de prevenção aos perigos na água. Além disso, equipes com ambulâncias estarão disponíveis para atendimento de situações durante as festividades de Carnaval. Nos principais rios de Morretes também haverá patrulhamento com bombeiros.

“Estamos prontos para atuar neste Carnaval, teremos um aumento no número de viaturas, inclusive no período noturno, e manteremos os postos nas praias. Além disso, estamos fazendo vistorias preventivas nos locais onde haverá bailes ou eventos para que todos tenham maior segurança”, explica o subcomandante do 8º Grupamento de Bombeiros, major Edson Oliveira Ávila.

No Litoral do Estado o Corpo de Bombeiros conta com equipes do 8º Grupamento de Bombeiros e com o apoio do efetivo de outros grupamentos. Os bombeiros militares atuam em toda atividade de Defesa Civil, combate a incêndios, atendimentos pré-hospitalares e vistorias preventivas, entre outras ações.

O Corpo de Bombeiros utiliza ainda embarcações, motos aquáticas, quadriciclos, caminhonetes e outras viaturas, além de ter apoio do helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) que agiliza o salvamento e o transporte das vítimas.

Apesar da grande estrutura disponível, o major Ávila destaca que alguns cuidados são sempre necessários para evitar acidentes. “Orientamos as pessoas que procurem se banhar em locais com postos guarda-vidas, que prestem atenção na sinalização feita com bandeiras, principalmente nas vermelhas e amarelas. Os banhistas devem respeitar as orientações dos guarda-vidas, evitar entrar na água após comer ou ingerir bebida alcoólica e nunca entrar na água à noite, situação que aumenta significativamente o perigo”, explica.

CRIANÇAS – Durante a Operação Carnaval os banhistas também podem procurar postos guarda-vidas para retirar pulseirinhas de identificação. “Nos locais protegidos por guarda-vidas, além das pessoas terem total apoio da segurança pública do Estado, seja para casos de afogamento ou incidentes com águas-vivas, elas podem receber orientações gerais, pulseirinhas de identificação e informações sobre o atendimento a crianças perdidas e posterior localização dos pais”, destaca o oficial.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br