Câmara Municipal de Paranaguá aprova projeto que torna associação de skatistas Utilidade Pública Municipal

No ano em que completa 20 de fundação, a Associação dos Skaters de Paranaguá recebeu da Câmara Municipal de Paranaguá a outorga de instituição de Utilidade Pública municipal.

Câmara Municipal de Paranaguá aprova projeto que torna associação de skatistas Utilidade Pública Municipal

A aprovação do projeto de lei do vereador Marquinhos Roque aconteceu na terça-feira, 17, e contou com os votos favoráveis de todos os parlamentares presentes à sessão. Ao passar a ser de utilidade pública municipal, a associação poderá apresentar projetos e pleitear verbas junto a lei de incentivo ao esporte, na Secretaria Municipal de Esportes.

Durante o discurso de justificativa para a apresentação do projeto de lei, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Paranaguá, Marquinhos Roque, lembrou o início dos trabalhos da associação quando seu pai, o saudoso ex prefeito Mario Roque, passou a ser um forte incentivador da prática do skate em Paranaguá, ao construir uma pista grande e moderna na cidade. “Infelizmente, nas gestões que o sucederam não houve o mesmo tratamento para com o skate e não conseguimos avançar como se queria. No entanto, agora, nesta gestão do prefeito Marcelo Roque, vamos voltar a dar o incentivo devido. O primeiro deles é a construção, no Aeroparque, de um novo espaço moderno e que atenda as novas exigências da prática do skate no País. O segundo passo é tornar a associação dos skatistas como de utilidade pública para que ela consiga se desenvolver, crescer e atrair a garotada para o esporte novamente”, disse Marquinhos Roque.

A votação foi acompanhada por diversos skatistas da cidade, os quais mostraram muita satisfação em ver que a aprovação ao projeto foi unânime. “Queremos fazer um trabalho sério e voltado para o profissionalismo, pois sabemos todo o potencial que o skate tem na cidade. Objetivamos coisas grandes, como ter escolinhas para a garotada com todas as normas de segurança até a receber eventos de grande porte em nossa cidade, uma vez que a futura pista de skate no Aeroparque será construída nos mesmos moldes que os skatistas que vão disputar a Olimpíada do Japão vão precisar treinar”, observou o skatista Josué Silva.