Cida Borghetti: a maior revelação política do Paraná

É governadora do Paraná e uma das principais referências no mundo em Primeira Infância, período que vai dos zero aos seis anos. Também é reconhecida nacionalmente pelo trabalho em favor da família. Na atenção especial às mulheres, crianças e adolescentes. Nas políticas e ações pela saúde preventiva e de combate e tratamento do Câncer de Mama.

Iniciou na militância política ainda jovem em Curitiba, ocupou a presidência voluntária do Provopar em Maringá (90/92).

Primeira e única mulher a chefiar o Escritório de Representação do Paraná em Brasília (Governo Jaime Lerner). Foi deputada estadual por dois mandatos (2003/2010), quando foi recordista de leis 101 projetos aprovados e sancionados. Com a maior votação entre as mulheres, elegeu-se deputada federal (2011/2014). Presidiu a Comissão Especial que aprovou o Marco Legal da Primeira Infância, legislação mais avançada no mundo na proteção às crianças.

Filha de Ires Anna Borghetti e Severino Ivo Borghetti. É casada com Ricardo Barros e mãe de Maria Victória Borghetti Barros. Além do papel institucional do cargo de governadora, Cida Borghetti coordena alguns temas importantes para o desenvolvimento do Paraná:

Paraná – Brasília

Cida Borghetti é a responsável pelas relações do Governo do Paraná em Brasília. Trabalha nas negociações e tratativas para buscar recursos nacionais e internacionais e liberar obras e investimentos para o Estado.

Com a experiência de ter sido deputada estadual por dois mantados e deputada federal, Cida Borghetti coordena o escritório de representação do Paraná na capital federal e mantêm contatos diários com prefeitos, deputados federais, ministros, representantes de entidades internacionais de financiamento e da ONU e membros dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Rio Iguaçu

Cida Borghetti também é a responsável pelas ações do governo do Paraná para a revitalização completa do Rio Iguaçu, o rio mais importante do Estado. Com cerca de 1,3 mil quilômetros de extensão e 23 afluentes, sua bacia hidrográfica abrange 113 municípios e ocupa 33 % do território do estado.

O projeto envolve cerca de 50 entidades do poder público, iniciativa privada e terceiro setor. Em pouco mais de dois anos foram retiradas mais de 500 mil toneladas de lixo e realizadas inúmeras ações de educação ambiental.

Recentemente o Governo do Paraná assinou uma parceria com a prefeitura de Curitiba e repassou mais R$ 10 milhões para a despoluição do Rio Belém, um dos principais e mais poluídos afluentes do Iguaçu.

Rota Paraná – Itália

Cida Borghetti articula ainda a consolidação de um voo internacional, sem escalas, ligando Foz do Iguaçu à Europa. A nova rota ampliará turismo na região e gerará oportunidades de negócios e investimentos.

O trabalho vem sendo conduzido em conjunto por técnicos do Governo do Estado, Ministério da Aviação Civil, Embratur, Prefeitura de Foz do Iguaçu e Itaipu Binacional. O grupo tem o suporte da bancada paranaense no Congresso.

Estão sendo feitas análises técnicas e financeiras de rotas com diferentes opções de voos e combinando turismo e carga. Com a consolidação do voo será criado uma porta de entrada no Oeste do País, tendo todas as condições de se tornar o aeroporto de Foz do Iguaçu em um hub na região.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia