Paraná e Banco Mundial negociam nova operação de crédito

O Governo do Paraná avança nas negociações com o Banco Mundial (Bird) para acessar um novo crédito da instituição internacional. Nesta segunda-feira (06), os secretários estaduais do Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros, e do Planejamento e Coordenação Geral, Rodrigo Salvadori, estiveram em Brasília para discutir projetos que podem ser financiados pelo banco.

Paraná e Banco Mundial negociam nova operação de crédito

Entra as ações que o Estado pretende executar com recursos externos está o Governo Digital. A ideia é ampliar as funcionalidades do sistema, que já está operando e reúne informações de cerca de 200 serviços públicos prestados ao cidadão. O objetivo da plataforma é dar maior eficiência à máquina pública.

Outra área que deve fazer parte do financiamento é a habitação, com o Condomínio do Idoso, um projeto sob a responsabilidade da Cohapar.
Segundo o secretário Silvio Barros a iniciativa fará frente ao rápido processo de envelhecimento populacional. “O atendimento ao idoso será
uma demanda cada vez maior, já que vai, cada vez mais, exigir políticas e investimentos públicos”, afirma.

Segundo Barros, dentro das algumas semanas uma missão envolvendo técnicos do banco, de Washington e de Brasília, virá a Curitiba para que
seja elaborada a proposta da nova operação de crédito. O novo empréstimo seria complementar ao contrato já mantido entre o Estado e o banco para a execução do Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná.

MULTISSETORIAL – O financiamento atual envolve a soma de US$ 350 milhões, sendo que 86% já foram desembolsados pelo Bird. Os recursos
estão sendo aplicados em ações de educação, saúde materno-infantil e de urgência e emergência, combate à pobreza no campo, meio ambiente,
prevenção de desastres naturais e modernização da gestão pública.

Participaram da reunião o diretor do Banco no Brasil, Martin Raiser, e o coordenador setorial para Economia, Governança e Desenvolvimento, Rafael Muñoz. A discussão foi acompanhada de Washington, via teleconferência, pelo especialista no Setor Público do Bird, Davide Zucchini, que recentemente recebeu a governadora Cida Borghetti nos Estados Unidos para tratar da nova operação de crédito.

O Banco Mundial (Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento – BIRD) é uma agência do Sistema das Nações Unidas e a
maior fonte global de assistência para o desenvolvimento. São cerca de US$ 60 bilhões anuais em empréstimos e doações aos 187 países-membros.