Delegados de Polícia Civil do Paraná vão às urnas nesta quarta para indicar o novo Delegado Geral da Polícia Civil do PR

Eleição, promovida pela Associação dos Delegados de Polícia do Paraná e pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná é inédita e mobilizou todos os delegados do estado

Delegados de Polícia Civil do Paraná vão às urnas nesta quarta para indicar o novo Delegado Geral da Polícia Civil do PR

Quarenta e três delegados de polícia civil do estado do Paraná disputam, nesta quarta-feira, dia 3 de outubro, uma das três vagas na Lista Tríplice que irá indicar o novo Delegado Geral da Polícia Civil do Estado do Paraná. Dos 413 delegados na ativa no estado, 398 estão aptos a votar e já se mobilizam para a eleição inédita no estado. A eleição é organizada pela Associação dos Delegados de Polícia do Paraná (ADEPOL-PR) e pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná (SIDEPOL-PR).
A eleição será realizada por uma plataforma eletrônica desenvolvida especialmente para o pleito. O início da votação está previsto parta às 9h da manhã e seguirá ao longo do dia. O encerramento da eleição está marcado para as 17h. “As subdivisões estão mobilizadas em todo o estado, as delegacias, os delegados de forma geral aderiam em massa a eleição e vão as urnas para escolher a Lista Tríplice”, disse o presidente da ADEPOL-PR, o delegado de polícia Daniel Fagundes.

*Autonomia *

Seguindo o exemplo de estados como São Paulo e Rio de Janeiro, os delegados de Polícia Civil do Paraná aderiram ao modelo de Lista Tríplice para a indicação, que cabe ao governador do estado, do próximo Delegado Geral. “É um movimento que está consolidado em diversos estados do país, uma ferramenta importante e que é uma realidade na Polícia Civil do Paraná a partir desta eleição”, explicou o presidente da ADEPOL-PR.

Candidatos

Disputam a vaga delegados de polícia de primeira classe que não respondam a processos criminais e administrativos.

Segundo o presidente da ADEPOL-PR, a escolha pela primeira classe dos delegados se da em razão do tempo de serviço e experiência na Polícia Civil do Paraná. “A Polícia Civil sofre com antigos problemas, deficiências que se arrastam ao longo de décadas. Precisamos corrigir isso, ter representatividade por escolha da própria classe e trazer pela o cargo de Delegado Geral um nome que conheça a fundo as mazelas, necessidades, a realidade da Polícia Civil”, explicou.

Votação

Tanto os delegados do interior, como os delegados de Curitiba e Região Metropolitana, votarão por meio eletrônico por meio de um sistema desenvolvido para a eleição. Cada eleitor receberá um login e senha individual, além de um link para a área de votação onde será possível a escolha de três nomes, dos 43 candidatos a composição da lista. Na sede da ADEPOL-PR haverá duas cabines de votação para os delegados da Grande Curitiba e mais de 30 já confirmaram que votarão na sede da entidade.