Acidentes em rodovias do Litoral aumentam 17,9%

Neste verão, foram registrados 79 acidentes com 46 pessoas feridas e dois óbitos, enquanto que na temporada anterior foram 67 acidentes com 44 feridos e nenhum óbito. “Observamos o comportamento do motorista, que não adapta a direção quando se depara com chuva, desenvolvendo a mesma velocidade como se a pista estivesse seca, resultando em acidentes e autuações”, apontou o Comandante da 1ª Companhia do BPRv, capitão Idevaldo de Paula Cunha Júnior.

As duas mortes ocorridas nesta temporada foram por atropelamento e ocorreram na rodovia Alexandra-Matinhos (PR 508). No ano anterior não houve óbitos por esse tipo de acidente. “A rodovia tem uma pista boa, de mão dupla, porém em dias chuvosos é muito perigosa, tanto que as duas mortes por atropelamento aconteceram no período da noite e com a pista molhada por conta da chuva”, salientou o capitão.

EMBRIAGUEZ – A embriaguez ao volante é outra preocupação dos policiais rodoviários. Nesta temporada de verão já foram lavradas 33 notificações com multa e oito com prisão do condutor, números superiores aos registrados no verão passado, quando houve 24 casos de multa por embriaguez e mais sete com a prisão do motorista.

A fiscalização foi intensificada para aplicar o rigor da legislação nos casos de flagrante. Nos primeiros 30 dias de Operação Verão, as equipes fizeram 743 testes com bafômetro (aplicação do etilômetro), 980 testes no verão passado (aumento de 24,18%). “Temos trabalhado constantemente e feito operações para coibir essa prática que, infelizmente, causa tragédias e ceifa vidas. O Batalhão está presente nas rodovias e ao flagrar esse tipo de conduta, aplica o rigor da lei”, destacou o capitão Cunha.

ORIENTAÇÕES – Nos finais de semana o fluxo de veículos aumenta e, consequentemente, os riscos de acidentes. Na sexta-feira (18), mais de 40 mil veículos passaram pelas rodovias estaduais em direção ao Litoral. Os motoristas devem redobrar a atenção para evitar infrações.

Além de ações preventivas e repressivas, pequenas atitudes podem evitar tragédias. Em relação ao veículo, é necessário fazer uma manutenção prévia para avaliar as condições dos pneus, freios, componentes do motor, suspensão e sistema de iluminação. As taxas tributárias (IPVA, Licenciamento e DPVAT) também devem estar em dia.

Na estrada, em caso de chuva, o condutor deve reduzir a velocidade, acender as luzes e manter uma distância segura do veículo à frente para que haja espaço para manobra caso seja necessário. Em alguns trechos, como o que passa pela Serra do Mar em que é comum a incidência de neblina, a orientação é dirigir com cautela, sem acionar o pisca alerta e não estacionar no acostamento. Caso a visibilidade esteja comprometida, o motorista deve procurar um local seguro para parar e aguardar a melhora no tempo.

Outra medida de segurança que evita tragédias é o uso do cinto de segurança. Para as crianças menores de 10 anos devem ser utilizados os dispositivos regulados pela legislação de acordo com a idade (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação).

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Pontal do Paraná
9°
14°
Wed
11°
Thu
14°
Fri
14°
Sat
  • Cotações do dia