Projeto Literalux abre inscrições para mediadores de leitura

Ação vai estimular a literatura para todos os públicos, como forma de inclusão e cidadania, no município de Paranaguá

Projeto Literalux abre inscrições para mediadores de leitura

A partir desta terça-feira (12), o projeto Literalux abre inscrições para pessoas interessadas em atuar como mediadores de leitura no município de Paranaguá. O objetivo do projeto é incentivar o gosto pela leitura literária e formar mais condutores de leitura e literatura, que irão atender a população por meio de ações culturais. Serão oferecidas oito vagas remuneradas. Os interessados devem enviar seu currículo até 16 de fevereiro de 2018 no e-mail literalux.contato@gmail.com.

O critério para a seleção de preenchimento das vagas será a graduação completa ou em andamento, na área de Ciências Sociais ou Ciências Humanas, Letras e Artes. A experiência comprovada como mediador de leitura ou como voluntário social, será utilizada como peso para a seleção do candidato.

Os selecionados serão entrevistados e, posteriormente, os contratados irão participar das oficinas de formação de mediadores de leitura nos dias 16 e 23 de março. A partir de abril, todos os mediadores formados pelo projeto passam a atuar em diversos espaços de Paranaguá e Guaraqueçaba. As oficinas de formação são gratuitas e abertas à comunidade.

Sobre o Literalux

Desenvolver a criatividade, despertar o interesse para novos saberes e enriquecer a escrita e vocabulário das pessoas é um dos desafios no Brasil. Por isso, o projeto Literalux chega em Paranaguá para estimular o gosto pela leitura em qualquer idade de forma gratuita para a comunidade.

O projeto Literalux é inspirado no “Agentes de Leitura do Paraná”, realizado no município em 2016 e 2018, e surgiu do desejo da continuidade do programa. “Temos a missão seguir com o trabalho de promoção e incentivo à leitura iniciado pelos agentes de leitura no Estado. Vamos disseminar a literatura, incentivar a leitura e possibilitar o acesso aos livros, especialmente, para pessoas em situação de vulnerabilidade social”, explica a coordenadora do Literalux, Sandy Christinne dos Santos José.Sandy, que atua também como produtora do projeto, destaca que ele não se limita apenas ao acesso aos livros. “Os mediadores literários são os condutores de leitura de mundo, de leitura social e humana, a partir da leitura dos textos literários. Literalux é mais do que um projeto de leitura, é um projeto social”, completa.

O objetivo do projeto é ser um instrumento incentivador da cultura, desenvolvendo rodas e mediação de leitura, contação de histórias e oficinas literárias, que promovam a interação do público com apoio de mediadores de leitura. O projeto vai beneficiar um público variado, atendendo desde crianças e adolescentes até idosos, preferencialmente em situação de vulnerabilidade social e em locais de difícil acesso. As ações acontecem, a partir de abril, em espaços públicos e comunitários como CRAS, CREAS, CENTRO POP, Unidades de Acolhimento, CAPS, bibliotecas, escolas públicas, asilos, entre outros. Além de Paranaguá, o Literalux chega também em Guaraqueçaba, como contrapartida social, para ampliar a democratização do acesso à cultura em cidades com menos de 10 mil habitantes.

O Literalux é viabilizado pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à ­Cultura – PROFICE, do Governo do Estado do Paraná, conta com o apoio da empresa Havan e parceria da Biblioteca Pública Mário Lobo, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Prefeitura de Paranaguá.

Para acompanhar as ações nas escolas ou instituições, o interessado pode seguir as redes sociais do projeto no Facebook (@projetoliteralux) e no Instagram (@literalux).