Contra o tráfico, Soldado Fruet quer scanner corporal em rodoviárias

Coibir o tráfico de drogas e o porte ilegal de armas no Paraná. Este é o objetivo do projeto de lei número 458/2019, protocolado pelo deputado estadual Soldado Fruet (PROS) na Assembleia Legislativa, que obriga os terminais rodoviários de cidades com mais de 100 mil habitantes a implantar scanners corporais e de bagagem.

Caso o equipamento detecte a presença de drogas ou armas com o passageiro ou em seus pertences, a pessoa será imediatamente encaminhada às autoridades competentes.

“Esta medida é imprescindível, pois é notório que o Estado é uma importante rota do tráfico de drogas e da comercialização ilegal de armas”, afirma o Soldado Fruet. “Não são raras as apreensões ocorridas próximas à fronteira e no trajeto para outras cidades e estados da Federação”, comenta.

Segundo o deputado, “também é de amplo conhecimento que as facções criminosas utilizam do seu poder econômico, adquirido através dos ilícitos que praticam, para aliciar pessoas de bem para funcionarem como ´mulas´ do tráfico, fazendo com que seus produtos cheguem ao destino final”.

O combate ao tráfico de drogas e à comercialização ilegal de armas está fundamentado nas leis federais 10.826/2003 e 11.343/2006. A proposta começou a tramitar no último dia 11 de junho e passará pela análise das comissões do Legislativo para, na sequência, poder ser votado em plenário.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia