Contra o tráfico, Soldado Fruet quer scanner corporal em rodoviárias

Contra o tráfico, Soldado Fruet quer scanner corporal em rodoviárias

Coibir o tráfico de drogas e o porte ilegal de armas no Paraná. Este é o objetivo do projeto de lei número 458/2019, protocolado pelo deputado estadual Soldado Fruet (PROS) na Assembleia Legislativa, que obriga os terminais rodoviários de cidades com mais de 100 mil habitantes a implantar scanners corporais e de bagagem.

Caso o equipamento detecte a presença de drogas ou armas com o passageiro ou em seus pertences, a pessoa será imediatamente encaminhada às autoridades competentes.

“Esta medida é imprescindível, pois é notório que o Estado é uma importante rota do tráfico de drogas e da comercialização ilegal de armas”, afirma o Soldado Fruet. “Não são raras as apreensões ocorridas próximas à fronteira e no trajeto para outras cidades e estados da Federação”, comenta.

Segundo o deputado, “também é de amplo conhecimento que as facções criminosas utilizam do seu poder econômico, adquirido através dos ilícitos que praticam, para aliciar pessoas de bem para funcionarem como ´mulas´ do tráfico, fazendo com que seus produtos cheguem ao destino final”.

O combate ao tráfico de drogas e à comercialização ilegal de armas está fundamentado nas leis federais 10.826/2003 e 11.343/2006. A proposta começou a tramitar no último dia 11 de junho e passará pela análise das comissões do Legislativo para, na sequência, poder ser votado em plenário.