O povo quer saber o que será feito com 38 milhões

A notícia de que o Prefeito de Pontal do Paraná Marcos Casquinha mandou para a Câmara Municipal de Vereadores um pedido para realizar um empréstimo de 38 milhões junto à Caixa Econômica Federal deixou o município alvoroçado, pois esse empréstimo pode deixar município endividado por cerca de 15 anos.
Farra do dinheiro público

Esse valor até poderia ser algo bom, porém se fosse outra situação. Atualmente o município é gerido por um prefeito cassado que não sabe administrar, que esteve dormindo por dois anos e meio, gastou aproximadamente 250 mil e a população não sabe onde, mostrando verdadeiro fracasso na sua gestão.

Esse valor seria ótimo, se fosse em mãos um ótimo gestor, onde esses valores seriam aplicados com prudência e planejamento, o que infelizmente não é o caso, que fica bem claro no dia da gestão Casquinha.

Pontal do Paraná sofre com os problemas de saúde e infraestrutura. Faltam médicos, medicamentos, ruas esburacadas, mato por todos os lados, falta de transporte e inúmeras outras situações que afligem os moradores.

Se for aprovado esse valor será um tiro no pé. O futuro do município estará comprometido e como a dívida a situação da população tende somente a piorar.

Para realizar-se um empréstimo desse volume é necessário um planejamento consistente, com projetos de relevância, ouvindo a comunidade através de audiências publicas.

Esse montante as vésperas de eleições municipais dão a impressão de formação de caixa para o pleito eleitoral que se aproxima.
Será que o município realmente precisa desse empréstimo?

Onde será investido?

Quais os projetos?

Será que é formação de caixa para as eleições?

Qual o posicionamento dos vereadores?

Vamos todos na sessão do dia 20 de agosto as 17 horas na câmara mostrar a vontade da população.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Pontal do Paraná
18°
25°
Thu
20°
Fri
14°
Sat
12°
Sun
  • Cotações do dia