Curitiba é a quinta cidade do Brasil em número de coworkings

Os espaços compartilhados de trabalho (coworkings) crescem na capital paranaense e se firmam como ambientes de intercâmbio de novas ideias, troca de experiências e favoráveis aos negócios.

Curitiba é a quinta cidade do país em número de coworkings: são 44, segundo o mais recente censo que traz dados referentes a 2019 e que foi produzido pelo site Coworking Brasil. Em primeiro lugar fica São Paulo com 388, seguido do Rio de Janeiro (106), Belo Horizonte (64) e Porto Alegre (54).

Em 2016, eram 20 os estabelecimentos na capital paranaense, ou seja, em tres anos a quantidade de coworkings em Curitiba mais do que dobrou.

Estes espaços compartilhados de trabalho são cada vez mais procurados por oferecerem infraestrutura completa para empresas e profissionais autônomos desenvolverem seus trabalhos, além de serem ambientes que se firmam a cada dia como intercâmbio de novas ideias, troca de experiências e favoráveis aos negócios.

Niltson Vargas Júnior, fundador do Dona Helena Empregos – agência de recrutamento de empregadas domésticas, babás, e trabalhadores de funções afins, é um dos curitibanos que apostaram nesse ambiente de trabalho e que sentiram na pele o crescimento profissional e pessoal com a convivência gerada pelo coworking.

Júnior exerce esse trabalho há 17 anos, mas há dois anos resolveu trocar uma sala comercial convencional pela “novidade”. Instalou-se em um dos coworkings da YouDO, localizado na Avenida República Argentina, no bairro Água Verde.

O empresário conta como surgiu a ideia de experimentar o espaço compartilhado: “Eu tinha uma sala, aqui perto mesmo, mas não tão bem localizada. Foi minha esposa quem comentou sobre o coworking. Num primeiro momento, não me interessei. Até porque onde estava não pagava aluguel, só condomínio. Mas seis, sete meses depois, resolvi dar uma olhada. E vim para a YouDO, que estava no começo”.

Vargas Júnior lembra que, quando se instalou na YouDO, só havia outro empreendedor atuando no espaço. “Achei o ambiente muito agradável, mesmo não tendo quase ninguém”. Logo, começaram a chegar mais e mais empreendedores, e Vargas Júnior foi se dando conta da diversidade de negócios e perfis reunidos em um único espaço, e como aquilo ia se tornando enriquecedor – para ele próprio e para seu negócio.

“Eu aprendi muito, por exemplo, sobre as tecnologias digitais. Fui me interessando a partir do que via do trabalho dos outros. Aprendi a lidar com redes sociais, como o Linkedin, que eu nem conhecia”, narra Vargas Júnior. Os colegas de espaço inspiraram e ajudaram o empreendedor a desenvolver estratégias promocionais e de comunicação na internet. Por exemplo, na criação de um site para o Dona Helena Empregos. “Fiz um site com versão também em inglês e em espanhol. Com isso, nas primeiras semanas consegui dois clientes vindos da Colômbia”, ilustra.

Junior conta ainda que os clientes que o procuram para contratar profissionais domésticos ficam impressionados com o ambiente onde a empresa dele está instalada. “Não tem quem não venha aqui no coworking e elogie. A estrutura é ótima, com secretária, portaria e sala de reuniões”.

É no cafezinho da YouDO que Júnior tem contato com novas ideias e até fecha negócios

O coworking oferece também um espaço para refeições, lazer e reuniões menos formais com café à vontade. E é justamente neste ambiente, que surgem novas oportunidades de negócios para Júnior. “É aqui no cafezinho que trocamos experiências e inclusive fecho novos negócios com quem precisa de meus serviços”, comenta.

Contudo, mais do que os ganhos profissionais, estão os ganhos pessoais, como conta Ivan Balmant Cruzeiro, administrador da YouDO. “Por ser um ambiente compartilhado, o coworking oportuniza o contato com a diversidade e a quebra de paradigmas de nossa sociedade, como, por exemplo, a orientação sexual. Já vivenciei muitos casos de pessoas que chegaram ao coworking totalmente fechadas a novas experiências e outras que tinham até certos preconceitos e hoje estão totalmente mudadas, convivendo com todos de modo hormonioso e amigável”, finaliza.

A YouDO é um grupo curitibano que atua no mercado imobiliário há 10 anos e nos últimos dois tem investido na criação de novos espaços de trabalho compartilhados na cidade (coworkings). Possui unidades no bairro Água Verde, com mais de 140 posições e no centro, na rua Visconde do Rio Branco, com 45 posições.

Em todo o país existem 1.497 espaços compartilhados de trabalho conhecidos. Os estados com maior número de coworkings são: São Paulo com 663, seguido por Rio Janeiro (129), Minas Gerais (112), Rio Grande do Sul (97), Santa Catarina (90) e o Paraná (87).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia