Enfrentamento do coronavírus foi tema de reunião com médicos de diversas especialidades

Grupo de médicos produziu juntamente com a Sesa uma série de recomendações para enfrentar a pandemia Covid-19, entre os tópicos estão a organização do sistema assistencial e qualificação de médicos para atuação em UTIs. Documento complementa e detalha ações e estratégias para atendimento de pacientes com coronavírus.

Médicos de diversos órgãos, instituições de ensino e hospitalares e equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde produziram uma série de recomendações para o enfrentamento da pandemia pelo coronavírus. A reunião teve como proposta a elaboração de documento complementar e detalhado sobre estratégias e ações para os cenários possíveis na evolução e crescimento de casos da Covid-19 no Paraná.

A lista de recomendações engloba três grandes áreas: distanciamento social, organização do sistema de saúde no aspecto assistencial e aumento da transmissão de casos. Entre as ações para melhorar e ampliar a capacidade de atendimento para os possíveis pacientes com Covid-19 estão treinamentos para profissionais que atuam nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI); mobilização da academia, em especial os alunos de medicina e enfermagem em fase final de formação para participar de eventos de orientação, monitoramento e auxílio nos atendimentos; redução e controle das visitas em asilos e vedação da entrada de cuidadores e acompanhantes sintomáticos para doenças respiratórias, entre outras.

“Reunimos profissionais renomados para auxiliar na compreensão deste contexto do coronavírus. É importante esta colaboração, porque não permite buscar procedimentos mais precisos de atuação, conforme as possíveis demandas enfrentadas pelo serviço de saúde. São contribuições fundamentais, balizadas inclusive na referência profissional e de campo destas pessoas”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A participação dos representantes da Sociedade Brasileira de Infectologia, do Conselho Regional de Medicina, da Associação de Medicina Intensiva Brasileira, do Complexo Hospitalar do Trabalhador, do Hospital das Clínicas, do Hospital Pequeno Príncipe, do Laboratório Central do Estado, além de técnicos e assessores da Sesa.

O Governo do Paraná anunciou o Decreto Nº 4230, nesta segunda-feira (16) em coletiva de imprensa. Constam no decreto as principais medidas adotadas para o enfrentamento da epidemia do coronavírus no Estado. Com a medida, a pretensão é reduzir as possibilidades de contato entre as pessoas para conter a propagação do vírus. São ações específicas que ampliam a proteção a servidores incluídos em grupos de risco e fortalecem ações nas fronteiras e divisas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia