Isolamento social pode agravar o quadro de doenças vasculares

Manter alimentação saudável e rotina de atividades físicas é essencial para prevenir enfermidades

O isolamento social orientado pelas entidades de saúde e governamentais, em função da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, fez com que grande parte da população ficasse em casa, e, automaticamente, reduzisse a movimentação e a intensidade de atividades físicas. Atualmente, de acordo com os dados do Índice de Isolamento Social, criado pela empresa In Loco, cerca de 45,5% dos paranaenses se encontram em isolamento.

De acordo com o médico especialista em angiologia, cirurgia vascular e endovascular, Dr. José Fernando Macedo, do Instituto de Angiologia e Cirurgia Vascular de Curitiba (IACVC), apesar do isolamento social ser essencial neste momento, esse cenário pode fazer com que problemas vasculares e de circulação se agravem, pois as pessoas tendem a se movimentar menos.

“Por isso, mais do que nunca, é importante que os cuidados com a saúde sejam redobrados. É essencial manter uma rotina saudável, com alimentação rica em nutrientes e proteínas, atividades físicas e hábitos que colaborem para uma melhor circulação sanguínea,”, orienta o especialista.

Para aqueles que possuem predisposição ao problema, entre os quais: as grávidas, as pessoas com histórico de doença vascular na família e as com mais 50 anos, a atenção aos sintomas indicativos de problemas vasculares deve ser redobrada. “Inchaço nos tornozelos, dor, sensação de cansaço e peso nas penas, principalmente no final do dia, podem levar a complicações venosas”, explica Dr. Macedo.

Riscos

Os problemas vasculares e de circulação podem gerar outras disfunções, como por exemplo, as varizes, que afetam quase 40% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), sendo as mulheres as mais atingidas.

Embora seja uma questão considerada estética para muitas pessoas, as varizes, quando não tratadas, podem gerar complicações para o paciente, que às vezes desconhece os possíveis desdobramentos desta doença silenciosa.

Como prevenir

O especialista lista algumas dicas que podem auxiliar neste momento, para que, mesmo em casa, as pessoas possam prevenir os problemas vasculares e de circulação:

  • Além de manter uma alimentação saudável, consumir bastante água, é importante para melhorar a circulação sanguínea e a imunidade;
  • Evitar ficar muito tempo parado ou até mesmo fixamente na mesma posição. Para os que estão trabalhando em home office, é importante adotar o hábito de levantar de hora em para se alongar.
  • Tirar pausas de hora em hora para caminhar dentro de casa ou no quintal.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia