Cuidados com a saúde vascular devem ser mantidos em período de isolamento social

Manter alimentação saudável e rotina de atividades físicas é essencial para prevenir enfermidades

Apesar do índice de isolamento social estar em queda em relação aos últimos meses de pandemia do coronavírus, entre 30% e 40% da população* permanece em casa. Além disso, locais como parques e academias, antes utilizados para realizar atividades físicas, seguem com acesso restrito ou proibido em diversas regiões do país. Apesar disso, é importante destacar que o cuidado para se evitar o contágio da Covid-19 não pode representar o agravamento e até mesmo o desenvolvimento de outras doenças, a exemplo das vasculares.

“É natural que as pessoas se movimentem menos ao evitar sair de casa. Ao mesmo tempo, há uma tendência de que a situação gere ansiedade e compulsão alimentar. Esse quadro, porém, pode fazer com que problemas vasculares e de circulação se agravem”, alerta o médico especialista em angiologia, cirurgia vascular e endovascular, Dr. José Fernando Macedo, do Instituto de Angiologia e Cirurgia Vascular de Curitiba (IACVC).

Os problemas vasculares e de circulação podem gerar outras disfunções, como por exemplo, as varizes, que afetam quase 40% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), sendo as mulheres as mais atingidas. Inchaço nos tornozelos, dor, sensação de cansaço e peso nas penas, principalmente no final do dia, podem levar a complicações venosas. As grávidas, as pessoas com histórico de doença vascular na família, as com mais 50 anos e as com sobrepeso devem prestar ainda mais atenção aos sintomas indicativos de problemas vasculares.

Como prevenir

Mesmo em casa, alguns hábitos simples podem prevenir enfermidades, a começar pela realização de simples exercícios de alongamento, caminhadas dentro de casa ou no quintal e evitar ficar muito tempo parado na mesma posição. Para quem puder, orienta-se também a realização de atividades mais intensas com apoio virtual de profissionais, estabelecimentos e canais de referência na web. Uma dica adicional para os que estão trabalhando em home office, é o hábito de levantar de hora em hora para se alongar.

Alguns alimentos, além de auxiliar para uma dieta equilibrada, podem ajudar a prevenir doenças vasculares. Limão, azeite de oliva, abacate, dentes de alho, alcachofra, aipo, mirtilos, açaí e uvas são alguns deles. Além de atuarem no fortalecimento do sistema imunológico, auxiliam na circulação sanguínea. Os alimentos ricos em Ômega 3, como peixes de águas frias, sementes de chia, linhaça e nozes, também são muito benéficos, pois reduzem a pressão arterial e os depósitos de gordura no organismo. É importante também cuidar com o excesso de sódio e aditivos químicos presentes nos alimentos industrializados.

Série de vídeos sobre medidas preventivas ao coronavírus

No site, nas redes sociais e no youtube do IACVC é possível acompanhar uma série de vídeos sobre medidas preventivas contra o novo coronavírus gravados pelo médico José Fernando Macedo. “Com alguns cuidados simples e medidas preventivas podemos evitar o contágio do novo coronavírus e de outras doenças”, finalizou Macedo.

*Dados da empresa In Loco atualizados em 22/06/2020

Sobre o IACVC

O Instituto de Angiologia e Cirurgia Vascular de Curitiba (IACVC) foi fundado há 38 anos pelo Dr. José Fernando Macedo, especialista em angiologia, cirurgia vascular e endovascular. Hoje, junto ao Dr. Rodrigo Macedo, também especialista em cirurgia vascular e endovascular, e à Dra. Gabrielle Macedo, nutricionista com especialização em nutrição clínica, o instituto oferece orientações e tratamentos para problemas e doenças vasculares, além de atendimento voltado ao bem-estar e alimentação. Mais detalhes sobre o IACVC estão no site www.iacvc.com.br.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
  • Cotações do dia
Como se prevenir das fake news?

Como se prevenir das fake news?

Enquanto a aprovação do projeto contra disseminação de conteúdo falso na internet está na Câmara dos Deputados, confira algumas dicas…