Conexão Brasília com o jornalista Olho Vivo Edmar Soares, 29 de Novembro de 2021

Brasília, 29 de novembro –

– Congresso: Deputados e senadores se reúnem hoje para votar projeto da cúpula das duas Casas que mantém o pagamento das emendas de relator.

– Problemas: O texto não cumpre decisão do Supremo Tribunal Federal de tornar públicos todos os dados dos parlamentares beneficiados, reporta o Estado de S. Paulo

– Privatização dos Correios: O projeto deve ser colocado em votação somente em 2022, segundo declaração ao Valor do presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Otto Alencar. Autoridades avaliam que isso pode inviabilizar a venda da empresa.

– PEC dos Precatórios: Proposta pode ser votada amanhã pela Comissão de Constituição de Justiça do Senado e, em seguida, pelo plenário da Casa, conforme previsões governistas. Mas o presidente Rodrigo Pacheco disse que a matéria pode acabar concluída apenas na semana que vem. O texto deve ser alterado, e partes devolvidas para revisão da Câmara, como o Scoop antecipou.

– Ômicron: O Ministério da Economia acompanha a evolução da nova variante da Covid-19, mas a forma como a equipe econômica colocará em prática eventual ajuda extra dependerá do montante exigido e do andamento da PEC dos Precatórios, informa o Correio Braziliense.

– Vaga no STF: Nesta semana, possivelmente na quarta, também deve acontecer na CCJ do Senado a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro à Corte.

– João Doria: Vitorioso nas prévias do PSDB de domingo, o presidenciável tucano disse à CNN Brasil que apresentará sua equipe em duas semanas e que pretende ter uma mulher como vice. Elogiou a pré-candidata do MDB, senadora Simone Tebet. A imprensa está destacando que João Dória não sairá do lugar.

– Conversas: Doria apontou que vai dialogar com outros nomes da terceira via nas próximas semanas, sobretudo o ex-juiz Sergio Moro, e que fará oposição à Bolsonaro e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Doria também disse que não terá um “Posto Ipiranga”.

– Eduardo Leite: Derrotado nas prévias do PSDB, o governador gaúcho afirmou à Folha de S. Paulo que não se vê coordenando a campanha de Doria e que manterá foco na conclusão de seu mandato estadual.

– PL: Bolsonaro deve se ingressar oficialmente na legenda amanhã, contrariando sua base fiel. Segundo análise da Arko Advice, a filiação “representa, em primeiro lugar, a sua rendição definitiva ao pragmatismo eleitoral”.

– União Brasil: O presidente da sigla, deputado Luciano Bivar, afirmou à CNN Brasil que a tendência do novo partido é ter candidato próprio em 2022.
Edmar Soares
DRT 2321

Compartilhe!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
API key not valid, or not yet activated.